Skip to content

A Sinfonia da Fotografia

9 de junho de 2009

Hoje tive uma pauta especial: fazer duas fotografias para a montagem de um Painel da Blucredi, uma cooperativa de crédito aqui de Blumenau. É um painel que reunirá diversas fotos de cidades aqui de Santa Catarina e necessariamente, de pontos conhecidos para as pessoas que passarem pelo local reconheçam “óó essa é de Jaraguá do Sul, ahhh essa e de Blumenau”. Minha missão foi a Ponte dos Arcos, em Indaial e a ponte da Tapyoka, em Timbó.

No dia anterior a pauta eu carreguei a bateria da Nikon D40, olhei a previsão do tempo que já não seria das melhores e fiz um roteiro do que seria feito primeiro.

Acordei cedo, 7h estava saindo de Blumenau ao primeiro local: Ponte dos Arcos em Indaial, distante 15km da minha casa. sai daqui com um belo amanhecer mas olhando os horizontes de Indaial percebi que não seria tão simples: Precipitações acompanharam o caminho, tornando o êxito das fotos tão nubladas quanto o céu. Cheguei ao local era 7h30. O tempo estava parcialmente nublado e com o sol despontando no horizonte. Consegui esta foto:

20090609painelBlucredi00001-2

Foto: Daniel Zimmermann

Porém, não seria útil para o painel que a Blucredi precisava montar, porque a pessoa que passasse por ele deveria notar de longe de que se trata da cidade de Indaial, nesse caso, deveria ser uma macro ambientação e não um detalhe do local.

Ok, só que para minha (in)felicidade após essa foto o tempo fechou e choveu. resultado: fiquei no carro tirando um cochilo até passar a chuva e o tempo melhorar. foi assim até as 9h da manhã.

Passado a chuva, o tempo nublado, não tive dúvidas: precisava sair para registrar a foto da ponte. Próximo a Ponte dos Arcos há outra, e então busquei fazer várias fotos com ângulos diferentes:

20090609painelBlucredi00001  20090609painelBlucredi00002
Fotos: Daniel Zimmermann

Como podem ver, as fotos não estão nada convidativas. cores neutras, pesadas e um clima morto. Sabia que com tempo nublado não teria uma boa foto para o serviço. Esperar? sim, observando a direção das nuvens e possíveis brechas entre elas para o sol passar, também reparei ao redor e em possíveis locais para outras fotos, em ângulos diferentes.

já eram 9 horas passadas quando fiz estas fotos, já com maiores aberturas entre as nuvens, e portanto, maior luminosidade.

20090609painelBlucredi00008 
Foto: Daniel Zimmermann

Melhor não?  Já estava um pouco mais conformado, embora não fosse o suficiente. Olhando o relógio, e ao olhar o horizonte de Timbó, percebi que lá o tempo estava mais convidativo. Fiz mais algumas fotos no local e parti para lá.

Chegando a Tapyoka, mal tive tempo de parar o carro e lá estava: O sol. Não perdi a oportunidade e fui correndo para registrar algumas fotos. Consegui estas: 20090609painelBlucredi00022 

20090609painelBlucredi00016

Fotos: Daniel Zimmermann

Mas logo o sol foi embora. Lembro que para este trabalho em específico a melhor foto ficaria com um sol logo no início da manhã para proporcionar boas fotos. Talvez em outro tema, fosse melhor um ambiente nublado, por exemplo.

Talvez o mais interessante desta pauta não foi os assuntos principais, mas o secundário: um banquinho.

20090609painelBlucredi00001-3

 

20090609painelBlucredi00001-420090609painelBlucredi00001-5

Fotos: Daniel Zimmermann

Quando vi, custei a acreditar: o que leva alguém a por um banquinho no meio de um leito do rio? Apesar de esta pergunta não ter uma resposta inicial (e espero que vocês dêem alguma pista) fiquei intrigado e valeu o registro.

Se for valer pelo critério de noticiabilidade, ele teria um alto grau de publicação em algum veículo de comunicação pelo fato de ser algo inusitado.

Muitas vezes antes de deixar um local, você se pergunta: É suficiente? quando não sentir segurança na resposta, não vá. fique mais um pouco e reveja o que deixou de ser feito e estude o que ainda pode ser diferente.

Assim foi, e quando terminei, como passar por Indaial era o caminho mais próximo para ir para casa, resolvi dar mais uns cliques na Ponte dos Arcos:

20090609painelBlucredi00001-6

Foto: Daniel Zimmermann

Pronto! agora sim, mesmo não havendo aquele dia ensolarado, a foto estava bem melhor. A brisa que vinha do Alto Vale contribuiu para deixar o ar mais “limpo” e consequentemente a fotografia mais nítida.

20090601painelBlucredi00001 É preciso muitas vezes ser como um maestro. Apurar sentidos, aguçar o olhar. A figura do maestro e do fotojornalista se cruzam em sua essência: a concentração, o estudo e a disciplina podem fazer a diferença na hora de realizar um espetáculo. O maestro com sua ferramenta, a batuta; e o fotojornalista com sua máquina fotográfica.

Se o fotojornalista não possuir concentração e focar no que deseja registar, estar no local e disparar fotos para todos os lados não será suficiente e o melhor momento pode se perder nesses disparos aleatórios. Aquele que desenvolve aptidões intelectuais por meio do estudo fotográfico, aguça o olhar com a análise fundamentada tanto na técnica como no campo da semiótica e este, tenderá a produzir bons trabalhos.                                                          Foto: Daniel Zimmermann
finalmente a disciplina, porque nem sempre a melhor  foto sai em 10 minutos. Fotografia é uma sinfonia, existe todo um preparo e um planejamento, embora muitas vezes, no meio de um arranjo, existam detalhes e momentos únicos que só acontecem uma vez.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. 10 de junho de 2009 6:01 PM

    Realmente, fotografar em dia nublado não tá com nada.
    A não ser que você queira uma imagem bem fria, a lá Europa.

    Do contrário, e melhor voltar no dia seguinte.

    • Daniel Zimmermann permalink*
      15 de junho de 2009 8:41 AM

      É, você disse tudo, imagem fria é a palavra, até porque carrega mais em tons escuros e frios.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: